segunda-feira, 23 de julho de 2007

desilusão

Arrancaram o coração do homem, cortaram e devolveram metade. Nenhuma metáfora pode ser mais forte (homenagem a um poeta que agora me lê).

4 comentários:

Personagem Principal disse...

Lembrei de vc: fiquei reparando nas rugas de minha Voinha, enquanto ela me contava umas histórias. Ela não tem quase nenhuma.

Kátia Borges disse...

Oi, adoro o modo como essas pequenas notas trazem grandes e delicadas mensagens. Bjs
Kátia

Palavras e co-lirius disse...

Oi,
Se eu fosse poeta me sentiria homenageado com suas palvras. Principalmente porque suas palavras falam comigo. Bem,para poetas ou não acho que aqui é um espaço onde posso me sentir bem confortável...já me sinto, aliás.
Obrigado pelo rico blog!
Abraço!
Nilson

Renata Belmonte disse...

Oi, Katherine,
De cortar o coração!(rs)
Grande beijo,
Renata