quarta-feira, 5 de setembro de 2007

momentos

Digo tudo. Ele segura minha mão pelo pulso. Leva o copo à boca para mais uns goles de cerveja. Me olha com cara de 'mas eu não sei o que fazer'. Minutos depois está roncando no sofá, alheio.

3 comentários:

aeronauta disse...

Katherine, com a densidade e a criatividade desse mini-conto você ganhou de Dalton Trevisan... Adorei.

Renata Belmonte disse...

Esse continho é uma maravilha!
Super beijo!
Renata

Kátia Borges disse...

Oi, Katherine, sempre passo aqui para ler seus textos. Gosto cada vez mais. Bjs e boas férias.