quinta-feira, 20 de novembro de 2008

nos dias cheios

Dormir é perder tempo. Comer é perder tempo.  Sentar no vaso sanitário é perder tempo. Falar com um amigo é perder tempo. Viver é perder tempo. E assim o dia vai embora, sem nenhum avanço na parte que realmente interessa da engrenagem. 

3 comentários:

Cosmunicando disse...

... e penso: tão cheios de que?
a engrenagem pirou.

Luli Facciolla disse...

Perco MESMO tempo...
Mas VIVO e isso é o que importa!

Beijo

Corso disse...

pô!
me sinto assim, direto...!
que merda, isso...
tava lendo...e gostei tbm bastante do 'de fígados doentes'... bem expressivo...!

putz, ainda bem que vc tá na bahia...aqui tá foda a situação, como vc deve ter escutado...um verdadeiro inferno...por ironia, com águas...

isso aí...
breve...!

bjo