quarta-feira, 22 de agosto de 2007

quartas-feiras

Noites de quarta. Raízes profundas nascem entre homens e sofás. Convicções futebolísticas são mais importantes nestes momentos de tensão entre bolas, jogadores, juízes e o Nada. O locutor da TV:
- E vai de cabeça! Tira o goleiro. Goleiro experiente esse. Que atuação linda da zaga. Poderia ter sido um golaço. É o espírito do Maracanã. Dois a zero, Botafogo.

4 comentários:

aeronauta disse...

Aorei o "raízes profundas nascem entre homens e sofás" nas noites de quarta. Enquanto que nas noites de quarta dou um salto do sofá e só volto no outro dia.
Você, em poucas palavras (como sempre) conseguiu toda a atmosfera psicológica do futebol. Ótimo.

M. Gallo disse...

Oi, K., ótimo texto esse seu sobre futebol. Você podia se juntar a nós no Futeboleiros... O link está no Contramão. Dê uma olhada.

Carlos Barbosa disse...

K. botou o dedo na ferida: o problema das noites de quarta são os locutores, essas montanhas de imbecilidade. (Carlos Barbosa)

gilson disse...

Como diriao Olé, yo te entiendo...é uma calamidade a narração de esportes. Ah! e obrigado pelo link. Beijos.