quarta-feira, 31 de outubro de 2007

intervalos necessários

A empregada doméstica estica um tapetinho no chão e deita por meia hora depois do almoço. Ninguém vê, ninguém briga, ninguém manda levantar. Delícia. Meia hora para acomodar os ossos e o espírito para agüentar o resto do tranco.

3 comentários:

Imagemnario disse...

!!!Sol se realista!!!

anjobaldio disse...

Ninguém se importa mesmo.

Pablo Reis disse...

ok, Katherine! Retribuo sua visita com uma indicação - mais do que merecida - de sua página no meu blog. Um beijo