segunda-feira, 15 de outubro de 2007

dois meses

"Sinto-me nascido a cada momento
Para a completa novidade do mundo... "


[Fernando Pessoa, em O Guardador de Rebanhos]



Abriu-se a porta do elevador e entrei. O ascensorista tinha olhos azuis cristalinos e pele morena como a do Jair Rodrigues. Mal falava. Instiguei. Ele explicou, com os dedos em formato de "v": salário atrasado há dois meses. Dois meses! E olha que é terceirizado da prefeitura. Já fez fiado em tudo que é padaria, mercearia, açougue. Os olhos azuis se cobriam de uma fina camada de branco-gelo - reflexo da luz ou dessa inconcebível forma de injustiça?

5 comentários:

Imagemnario disse...

!!???????!?!?uau!?!???????!!

Gerald disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Gustavo Rios disse...

os últimos três posts estão insuperáveis. sorte minha!

aeronauta disse...

Katherine, obrigada por comentário tão lindo lá no aeronauta. Você, que tem uma aguda observação dos seres, da vida... Abraços.

anjobaldio disse...

Adoro tuas crônicas deste cotidiano absurdo. Um forte abraço.