domingo, 30 de dezembro de 2007

ano novo

Você, eu, ele, temos páginas em branco para preencher, no ano que vem, no futuro, na imaginação. Nos nossos livros, já tão pesados, já tão cheios, há páginas que rasgamos; queimamos trechos de outras, manchamos certas partes com nanquim, rabiscamos o que parecia incerto, escrevemos às vezes de olhos fechados pra não ver o resultado, que sabíamos horrível - mas não importa. É sempre um alento começar uma linha nova numa página vazia. E um desafio.

3 comentários:

Rodrigo Lopez-Balthar disse...

Feliz Ano Novo!

cau disse...

e cada página em branco deve ser mais uma inspiração! só posso agradecer encontrar amigas como você no percurso. ;-) beijossssss

M. Gallo disse...

Oi, Katherine! Não, não li A resistência, de Sábato. Mas vou procurar. Um feliz 2008 para você! Abraço, Mayrant.