quinta-feira, 12 de julho de 2007

verdades desfocadas

Vejo tudo muito bem - e é por isso mesmo que, confusa e infantil e impermanente, agora quero ver tudo embaçado. A verdade passa pelo meu campo de visão e aprendi a friamente fingir não vê-la - antes de saber-me pequena eu até piscava e sorria para ela; desfoco tudo e apenas sinto o amargo da minha própria estupidez, e sou eu mesma a imagem perfeita dos limites da alma, a pessoa presa num muro alto de miopia autoconsciente e infeliz.

4 comentários:

Carlos Barbosa disse...

Minha vista: curta e cansada. Eu ando com sono. Abr. Carlos Barbosa

Personagem Principal disse...

Infantil ou não, tb quero ver tudo embaçado.

Eu gosto daqui. Bjs.

Renata Belmonte disse...

Adoro seu blog.
Beijos,
Renata

Anônimo disse...

Ol� Katherine,

Tenho acompanhado com grande interesse o seu blog, espantado e maravilhado com o seus textos. Parab�ns, minha cara. Continue em frente. Aquele abra�o. Thiago( www.revistaentreaspas.blogspot.com )